5.12.07

Nem me imaginei assim.
Na verdade me imaginei sem nada.
Estou assim e quero ficar assim.
Pra mim tenho que dever, tenho esse dever.
Reze, não eu, rezes aquele de alma desgarrada
quem dá ou empresta , empresta ao filho imprestável
daquelçe que um dia te deu, daquele que um dia foi a guerra
foi fomridável nela, despedaçou anjos e ainda comeu o angú sem caroço.
Mas no final todo mundo revela, a sequela e a brecha de um dia não ser nada
ser assim.

Um comentário:

Tati disse...

Tanta coisa boa pra escrever!!!

KD???????